Gugu Liberato é demitido após 4 anos de Record


Segundo informações apuradas pela iG Gente, o motivo da quebra de contrato, que tem multa rescisória de R$ 100 milhões, é que a relação entre Gugu e a Record estava insustentável nos últimos tempos. Com salário milionário, estimado em R$ 3 milhões, o apresentador não estava entregando a audiência desejada e acabou cedendo à pressão de deixar a casa. Sua vida estava sendo dificultada, já que boa parte de sua produção havia sido demitida recentemente. Também circularam na imprensa notas dizendo que com o salário de Gugu seriam evitadas pelo menos 600 demissões na emissora.

Diversos funcionários já foram dispensados do canal, e mesmo a demissão de Gugu os desligamentos seguem sem data para terminar na Barra Funnda.

Produções dos programas “Hoje em Dia” e “Programa da Tarde” serão as primeiras atingidas após a saida de Gugu, que ostentava o maior orçamento de toda programação.

Para quem não sabe, a Record decidiu unificar as produções dos dois programas e criar o Núcleo Record de Variedades. Desta maneira cerca de 70 dispensas estão em vias de ocorrer.

O clima nos bastidores segue bastante difícil.

[ATUALIZADO]
A Record acaba de divulgar uma nota sobre o afastamento de Gugu. Veja:
A Record e o apresentador Gugu Liberato, depois de um ciclo de quatro anos de contrato, decidiram rescindir o acordo que estava em vigor. A emissora e o apresentador consideram que o período de convivência profissional foi proveitoso para ambas as partes e atingiu seus objetivos.
 A Record teve em seu elenco um dos maiores apresentadores da televisão brasileira e ofereceu todas as condições para que Gugu e sua equipe desempenhassem o seu trabalho.
 Este contrato entre Gugu e Record chega ao final de forma acordada e sem qualquer impedimento para novas parcerias futuras ao longo do tempo.
 Devido às mudanças de condições de mercado e a abertura de novas oportunidades, Gugu acredita ser o momento de investir em produção independente inclusive através de sua produtora GGP.

Fonte: iG e Tv Foco
Nota: Nota Oficial